Introdução ao JSON – Javascript Object Notation

json160JSON é um formato para troca de dados baseado em estruturas de texto, o que lhe dá a característica de ser completamente independente de linguagem. É a mesma ideia do XML, só que mais simples e leve.

No site oficial (http://www.json.org/) o autor ainda afirma:

Para seres humanos, é fácil de ler e escrever.
Para máquinas, é fácil de interpretar e gerar.

A forma simples de representar dados no formato JSON tem difundido seu uso, e vem se tornando uma alternativa ao XML para implementações AJAX.

Em JSON podemos estruturar dados em (1) coleções de pares de nome e valor e também em (2) lista/array ordenadas de valores.

Os valores dos dados são representando em três formas: object, value e array, e ainda podem ser combinadas.

Object: é um conjunto de pares de nome/valores. A sintaxe de um object é


{ "nome da propriedade" : "valor da propriedade" }

O object começa com { e termina com }. E cada par de nome/valores é separado por ,(vírgula), sendo que os valores podem assumir diferente tipos de dados. Exemplo:


{“nome” : “Bill”, “idade” : 32, “salario”: 121232.67}

Array: é uma coleção de valores ordenados. A sintaxe de um array JSON é:


[ "valor1",  "valor2", "valor3" ]

O array começa com [ e termina com ], e cada parte  é separa por , (vírgula) e podem divergir o tipo de dados. Exemplo:


["Huguinho","Zezinho","Luizinho", 3]

Tanto a estrutura object como o array do JSON podem ser combinadas, formando diversas estruturas de dados.

Exemplo – Um array de objects:


[{ "nome" : "Huguinho", "idade" : 10 },
 { "nome" : "Zezinho", "idade" : 12 },
 { "nome" : "Luizinho", "idade" : 10 }]

Exemplo – Object contendo uma propriedade array:


{"tio" : "Pato Donald",
 "idade" : 40,
 "sobrinhos" :
        [{ "nome" : "Huguinho",     "idade" : 10 },
          { "nome" : "Zezinho", "idade" : 12 },
          { "nome" : "Luizinho", "idade" : 10 }]
}

JSON nasceu com um subconjunto da linguagem Javascript para representar objetos e atualmente qualquer linguagem de programação moderna tem suporte (via pacotes de terceiros) a esse formato de troca de informação.

Os sites jsonviewer.stack.hu e  jsonformatter.curiousconcept.com/ são bons lugares para validar a estrutura JSON

Num futuro post demonstrarei o uso do JSON com ASP.NET em chamada assíncronas.

2 ideias sobre “Introdução ao JSON – Javascript Object Notation

    1. andremenegassi

      É algo parecido com isso.

      public object pegaDados()
      {
      	var obj = new object[0];
      	DataTable dtDados = RecuperaDados(); //recuperando os dados
      
      	if (dtDados.Rows.Count > 0)
      	{
      		for (int i = 0; i < dtDados.Rows.Count; i++)
      		{
      			Array.Resize(ref  obj,  obj.Length + 1);
      
      			obj[ obj.Length-1] = new
      			{
      				prop1 = dtDados.Rows[i]["prop1"].ToString(),
      				prop2 = dtDados.Rows[i]["prop2"].ToString()
      			};
      		}
      	}
      
      	return obj;
      }
      

      Está em C#.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *